Voto de protesto? Aff, tão querendo enganar a gente. Corram todos para as montanhas

Essa postagem podia ter por título também: “Partidos nanicos descobriram a roda”. Sim, foi uma grande descoberta. Muitas e muitas pessoas insatisfeitas pelo país a fora. Nós dos pequenos municípios estamos cada vez mais nos sentido órfãos de representantes.

Paraquedistas de todas as estirpes pagam cabos eleitorais em nossa Jaraguá para angariar alguns votos em nossa Lendária Terra.  50 votos que seja já servem. Lembro de uma vez, de um senhor engomadinho me procurar oferecendo apoio financeiro em uma possível e futura candidatura a vereador se acaso eu garantisse que iria conseguir ao menos 50 votos para ele na eleição para deputado. Eu humildemente disse que não era para mim. Não revelo o nome, pois, às vezes, é melhor contar só o milagre e deixar para lá o santo.

Existe uma trapaça interessantíssima sendo feita em várias regiões, inclusive aqui em nossa cidade, para conseguir votos nos municípios sem gastar. Podemos citar uma sigla nanica que pratica essa estratégia para eleger determinados candidatos previamente escolhidos do PC do B em Goiânia, por exemplo, uma tal de Isaura Lemos que é deputada a muitos mandatos com essa técnica, que esbanja e se lambuza de maneira indireta nos votos de nossa linda cidade e nunca pisou por aqui.

Alguns vão dizer que “desconsiderar” Raul como candidato é desrespeitar o direito do pobre de se candidatar. Não se enganem, Isaura Lemos, ex- federal Aldo Arantes, ex-deputado estadual Fábio Tokarski são muito ricos e poderosos, esses são os verdadeiros beneficiados desses votos
Esse negócio de Rauzito, tio do bombom, mulher pera, mulher bambu,  isso é “palhaçada”, tramoia, ludibriagem, jeitinho brasileiro, coisa de br, agir pelas brechas da lei, lei do menor esforço, aproveitar da ingenuidade de nós eleitores, para conseguir votos nas costas dos eleitores insatisfeitos de Jaraguá.

O Raulzito, que é uma figura, amada por todos aqui da cidade, tirou 700 votos da outra vez, votos que elegeram deputado do PC do B, para título de conhecimento Fábio Tokarski, acaso algum jaraguense viu esse senhor por aqui?  Esse deputado eleito nunca pisou por aqui nem para dizer obrigado. Cuidado com o golpe do voto de protesto, meus amigos, isso é calote.

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.