Tema de redação: Xingamentos em protesto é crime?

Aqui estamos nós diante de mais uma atitude estranha em nosso estado e mais uma vez nos deparamos com o debate a respeito da liberdade de expressão. Até que ponto é direito do cidadão se manifestar? Durante uma solenidade em Anápolis, da qual participava nosso Excelentíssimo Governador Marconi Perillo; um aluno da UEG que juntamente com outros alunos e alguns professores resolveram aproveitar o evento para pedir melhor estrutura para a instituição e melhores salários para os professores, foi preso pela polícia militar e encaminhado para a delegacia. Segundo o policial que efetuou a prisão, o jovem teria xingado o Governador Marconi Perillo durante o protesto. A ofensa teria deixado o policial muito irritado, desta forma ele efetuou a prisão. Professores que estavam no protesto afirmam que um segurança do governador também se ofendeu e deu uma série de empurrões nos manifestantes. Cabe lembrar que a Universidade Estadual de Goiás já está em greve a mais de 50 dias.

 

No site do O Popular traz:

                             “Um aluno da Universidade Estadual de Goiás (UEG) foi levado na manhã desta sexta-feira (14) para o 7º Distrito Policial de Anápolis após participar de um protesto durante a solenidade de entrega de 200 escrituras de unidades habitacionais do bairro Morada Nova. Segundo informação da professora Nádia Vaz, que participava da manifestação, um integrante da Polícia Militar (PM), que estava fardado, se irritou com a mobilização e mandou levar para a delegacia o aluno do curso de Arquitetura Mateus Fagundes. Um segurança do governador Marconi Perillo, que estava no local, também teria empurrado os manifestantes. Há 50 dias alunos e professores da UEG estão em greve pedindo uma instituição mais estruturada e melhores salários.”
Você poderá ler a notícia original aqui:

No site do G1 Goiás traz:

Também o jornal site do G1 Goiás traz a notícia que pode ser vista aqui, com o título: “Estudante da UEG é detido por xingar durante protesto, em Anápolis, GO”
Retirado de http://g1.globo.com/videos/goias, dia 16.06.2013

                                   Bom, isso abre uma discussão, até que ponto temos liberdade para manifestar? Até que ponto a polícia de Anápolis Goiás agiu de forma correta? Realmente, uma manifestação deve ser feita de maneira bem educada e apenas podemos gritar frases carinhosas? Os cartazes não poderão conter dizeres ofensivos a autoridades? A polícia deve prender todo manifestante que extrapolarem e gritarem frases que ofendam a pessoa de políticos importantes, mesmo que esse político seja o alvo do protesto? Deverão os nossos legisladores criarem uma lei que defina como deve ser um protesto? Ou será que estamos definitivamente entrando em uma era em que as liberdades serão todas retiradas do cidadão…nem o direito de reclamar teremos mais.

Nesse sentido, faça uma reflexão sobre o tema e redija um texto dissertativo em que argumente em favor de sua tese sobre tudo isso. Não esqueça que o objetivo maior desse tipo de texto é convencer.

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.