Pesquisa Serpes desmente Marconi Perillo: a população está insatisfeita e quer a verdade

Quando um grupo de jovens de Goiás começou o movimento “Fora Marconi” pelas redes sociais; Marconi Perillo  e seus aliados, fingiram que se tratava de um bando de pessoas que não tinham o que fazer e que ficavam o dia todo trocando figurinhas nas redes. A ala jovem do PSDB foi em peso para as redes tentar abafar tudo que fosse postado em relação a suspeitas de envolvimento do Governo com a Operação Monte Carlo. Até foi denunciado que um hacker havia tomado controle da administração do grupo “Fora Marconi” e que ninguém, além desse marconista fervoroso conseguia postar alguma coisa. Mas o movimento foi crescendo e crescendo; tivemos uma manifestação de mais de 6 mil pessoas pedindo o “Fora Marconi” e pedindo o fim da corrupção em Goiás.

Marconi foi a todas as mídias que conseguiu e afirmou que se tratava de um simples movimento de uma minoria e que não representava a maior parte da população de Goiás. Em conjunto foi trabalhado a ideia de que Perillo agora era amigo dos professores e que tinha atendido todas as reivindicações dos mesmos. Fotos de um suposto evento de comemoração foram postadas em uma matéria no maravilhoso jornal Diário da Manhã; fotos dos dirigentes do Sintego, do Conselho de Educação ao lado do Governador, é claro.  Nos bastidores continuava surgindo indícios que aumentam as suspeitas. Novos telefonemas aparecem citando o nome de Perillo, como dinheiro em caixa de computador entregue no palácio. Também aparece novo telefonema citando Thiago Peixoto.  Mesmo assim, Marconi não toma providências, finge que está tudo bem. A educação está ótima e para calar de vez os professores, o Governo resolve pagar os pontos cortados, os quais havia afirmado que não pagaria , em hipótese alguma sem as aulas serem dadas.

E nas redes sociais marconistas tentando abafar, tentando desmoralizar os jovens cara-pintadas que são os únicos que ainda merecem respeito e os únicos que ainda fazem com que possamos sonhar com um estado livre de pessoas que censuram, que manipulam e que têm relações suspeitas com a corrupção. E que faz de tudo para que a CPI fracasse.

Para calar de vez os poucos defensores que ainda restam de Marconi e sua equipe um tanto suspeita; veio a pesquisa do SERPES, mostrar que não tem muitos goianos satisfeitos. Alías, apenas 3,3% dos goianos ainda conseguem dizer que o Governador está ótimo e 29% dizem que está regular; no entanto, temos 14% que dizem que está ruim. E, infelizmente, 34% afirmam de peito aberto que o governo está péssimo, que precisa, sim, de uma investigação rígida para descobrirmos tudo que está acontecendo de fato.

S.O.S Voz

Comentários

  1. Brandão

    Desde o próprio irmão do Marconi Perillo, o Toninho Perillo, sua Chefe de Gabinete Eliane Pinheiro, presidente do Detran Edvaldo Cardoso (o Caolho), vários Deputados aliados e de seu próprio partido, seu aliado Demóstenes Torres, muitos do do 1º escalão como o Procurador do Estado Ronald Bicca, estão entrelaçados, envolvidos até o pescoço com o grupo mafioso de Cachoeira. Ronald Bicca, enquanto era procurador do Estado, ficou morando em uma casa cedida por Cláudio Abréu e posteriormente por Cachoeira. Ele foi para o cargo por indicação do Cachoeira e ficou ali, defendendo interesses do grupo mafioso. O envolvimento do governo do estado com o grupo mafioso do Cachoeira, se deve muito, ao investimento financeiro do grupo nas campanhas do tucano Marconi Perillo. Com isso, Cachoeira ficou tendo direitos no governo e, Bicca é fruto disso.

  2. Fernando S. Filho

    Marconi Perillo está está enrolado até o pescoço com a corrupção, mas a maioria da velha imprensa que sempre mamou nas teta dos governos não tem interesse de tocar em seu nome
    e o PSDB É CONDIZENTE com toda bandalhaira porque serrará em Aécio Neves?

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.