Tema: Os hábitos alimentares dos brasileiros

 

 

Em um país emergente, não apenas questões econômicas ficam em ênfase, mas também aspectos diversos do comportamento. Nesse sentido, um dos grandes destaques nas preocupações dos profissionais de saúde, e setores ligados a nutricionismo em geral, vem sendo os problemas surgidos e muitos outros ainda por vir em relação tipo de alimentação.

Abaixo, temos alguns fragmentos de textos provocadores e motivadores, para que colabore para sua reflexão, e em seguida para a proposta de produção que apresentaremos.

 

Textos motivadores:

 

TEXTO I

 

ALIMENTOS QUE PASSARAM DE VILÕES A MOCINHOS

 

Enquanto a ciência tentava comprovar a parcela de culpa da alimentação nos problemas de saúde, uma lista crescente de alimentos ia para o “banco dos réus” e para fora dos pratos de muita gente. Foi dessa forma, por exemplo, que o ovo virou inimigo número 1 de quem precisava reduzir o colesterol e o café, um veneno para quem sofria de gastrite.

Felizmente, os avanços nos estudos, nos últimos anos, mostraram que certos “vilões”, além de saborosos, são, na verdade, mais mocinhos do que aparentam. Não apenas porque se descobriu que esses alimentos também apresentam nutrientes que fazem maravilhas ao organismo. Mas, especialmente, pela comprovação de que o verdadeiro perigo está na forma como se come – e não necessariamente no alimento que é consumido.

Fonte: http://saude.terra.com.br . Acesso 24.out.2008

 

 

TEXTO II

 

OS RISCOS DOS LANCHINHOS RÁPIDOS FORA DE CASA

 

Quando estamos com fome, andar pelas ruas pode ser um perigo. Isso porque há várias opções de comida, para todos os gostos. É carrinho de pipoca de um lado, de milho verde do outro. Sem falar em trailers de cachorro-quente e churrasquinho na chapa. Nas praias e nos ônibus, as ofertas vêm diretamente até nós pelas mãos de vendedores ambulantes.

Quando a tentação é grande, é preciso resistir e não se deixar levar apenas pela aparência dos alimentos. “Ao optar por comprar comida na rua, corremos o risco de ingerir alimentos sem qualidades nutricionais, e, pior, que podem estar contaminados”, alerta a endocrinologista Ellen Simone Paiva.

Fonte: http://saude.terra.com.br . Acesso 24.out.2008

 

 

PROPOSTA DE REDAÇÃO

 

Com base no tema, redija um texto dissertativo argumentativo em que problematize a questão dos “Hábitos alimentares dos brasileiros”.

 

Instruções: 

– Seu texto tem de ser escrito à caneta de tinta preta e esferográfica.

– Desenvolva seu texto em prosa: não redija narração, nem poema.

– O texto com até 7 (sete) linhas escritas será considerado texto em branco.

– O texto deve ter, no máximo, 30 linhas.

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.