Operação Monte Carlo: STF abre inquérito para apurar envolvimento de deputados com Cachoeira

O cerco está se fechando. Além do inquérito contra Demóstenes Torres (DEM), que agora está sem partido, já que desfilou para não ser expulso pelos democratas . O STF, prontamente, resolveu atender o pedido da Procuradoria-Geral da República e abrir mais inquéritos em relação a Operação Monte Carlo; dessa vez será contra os parlamentares flagrados pelas escutas: Carlos Lereia (PSDB), Sandes Junior (PP) e Stepan Nercessian (PPS-RJ).

Carlos Lereia (PSDB)

Sandes Junior(PP)

Stepan Necessian (PPS)

O ministro do STF também aceitou o pedido de desmembramento do processo em relação ao governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz

Além dos inquéritos; temos também que ficar de olho nos trabalhos da CPMI que teve tudo para não acontecer; uma vez que os suspeitos de envolvimento com cachoeira fizeram de tudo para tentar desacreditar; queriam que a opinião pública se dividisse e, com isso, pensarmos que se tratava de um crime simples: alguns até insinuaram que a questão de apenas conhecerem um empresário que, mantinha um pequeno negócio de caça-níqueis, era algo normal. Porém, tudo foi se esclarecendo e estamos estarrecidos ao presenciarmos que se trata de uma máfia; crime organizado e altamente organizado. Com poder tão grande que temos as suspeitas dinheiros doados a campanhas, envolvimento de jornalistas, loteamento de cargos públicos para a máfia; telefonemas flagrados pela Federal trazem suspeita até de que o Secretário Thiago Peixoto pode ter passado projetos da Secretaria para Carlos Cachoeira e depois iria alugar escolas do grupo de cachoeira por preços superfaturados.

Temos suspeita de que uma grande empresa, a Delta, que presta serviço até para o Federal seja uma empresa de fachada, para lavar e desviar dinheiro público. Empresa que só em Goiás, em 2011, abocanhou mais de 153 milhões de reais.

Temos de torcer para que as investigações aconteçam da maneira mais séria possível; e se realmente houver envolvimento dos culpados que cada um pague da maneira mais exemplar possível. Para que no futuro tenhamos um estado em que possamos confiar novamente em nossos políticos.

Cláudio Bertode

S.O.S Voz

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.