Marconi Perillo e outros suspeitos apreensivos: CPI vai ouvir depoimento de Cachoeira dia 15 de maio

Carlos Cachoeira irá depor dia 15 de maio na CPI; claro que nesse primeiro momento, esse passo é o mais sensato.

Ele é o principal expoente que desencadeou todo esse caos na política do Centro-Oeste. Assim, que ouvirem Carlinhos e outros presos na Operação Monte Carlo, será a vez de políticos suspeitos serem ouvidos. Nesse cenário é que Marconi Perillo e Agnelo Queiroz dentre outros poderão se encrencar ainda mais. Mesmo não havendo denúncia formal contra Marconi, a apreensão é muito grande no Governo de Goiás. Já tivemos a demissão da chefe de gabinete, do presidente d o Detran, do Procurador do Estado. Temos o Secretário de Educação Thiago Peixoto que também está citado diretamente em muitos telefonemas flagrados pela Federal. Só o desenrolar dos fatos para dizer o futuro do político em Goiás.

Segundo informações divulgadas pela imprensa do Senado; “O depoimento do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) – flagrado pela PF em conversas comprometedoras com Cachoeira – foi marcado para 31 de maio, data em que também podem ser ouvidos outros parlamentares citados nas investigações. No entanto, o relator deixou aberta a possibilidade de alteração da data, mediante entendimento entre os integrantes da CPI.

O depoimento de Cachoeira fora marcado inicialmente para o dia 17. A reunião do dia 15 serviria para votação de requerimentos. Alguns membros da CPI, contudo, argumentaram que a ordem de importância dos requerimentos poderia ser alterada após o depoimento do principal acusado. O relator, então, aceitou trocar as datas. Até o momento, já foram apresentados 167 requerimentos.

Para a próxima terça-feira (8), foi marcado o depoimento do delegado da Polícia Federal Raul Alexandre Marques Sousa, responsável pela investigação da Operação Vegas. Dois dias depois serão ouvidos o delegado Matheus Mella Rodrigues e os procuradores da República Daniel de Rezende Salgado e Lea Batista de Oliveira, responsáveis pela investigação da Operação Monte Carlo.

Diversos acusados de integrarem a organização de Carlinhos Cachoeira serão ouvidos nas audiências dos dias 22 e 24 de maio. Entre eles estão José Olímpio de Queiroga Neto; Gleyb Ferreira da Cruz; Wladimir Henrique Garcez; Lenine Araújo de Souza; Idalberto Matias de Araújo, o Dadá; Jairo Martins; e Geovani Pereira da Silva (considerado, hoje, foragido da Justiça). No dia 29, serão ouvidos Cláudio Dias de Abreu, diretor da Construtora Delta, e outros empresários envolvidos.”

S.O.S Voz

Comentários

  1. prisão nesses canalhas.

  2. vamos por fim nesses bandido de goias, marconi o chefão da máfia de goias. fora marconi.
    na próxima eleição vamos mudar a história de goias, mas com consciência.

  3. cadeia nesses bandidos sem vergonha, marconi perilo, lereia, cachoeira e outros
    envolvidos, cana nesses canalhas de goias, por isso que goias parou no tempo
    novo, fora marconi enquanto e tempo.

  4. mara

    e ai rapaz

  5. joana

    cachoeira não tenha dó ,vá e fale tudo ,é a hora do nosso país ser passado a limpo,tem muita gente que se diz inocente,mas a consciência está pesada de tantas mentiras ,portanto é agora no dia 15 de maio ,não poupe ninguém ,boa sorte

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.