De onde vem o Baidu, esse demoniozinho digital?

 

Alguns mais supersticiosos até acreditam que se trata de algo satânico, uma macumba digital, frases do tipo “desinstala que é vírus”, “meu deus bugou tudo”, “já fiz de tudo e ele não desinstala”, “Meu deus, meu computador foi contaminado com baidu”. A maioria paga um técnico para desinstalar, e já vi muitos técnicos de informática chorarem na mão do baidu e disfarçadamente formatarem a máquina do cliente dizendo que estava muito infectado de vírus.

s35fzv

Problemas das aplicações ligadas ao demoniozinho digital é a deslealdade. Sim, ninguém instala por livre e espontânea vontade essa maldita desferramenta. Ela é instalada como um apêndice, quando baixamos um jogo, um programa, um filme, um clipe, um ebook, etc em um site pirata, no baixaki, em sites de compartilhamento. Ele vem nos gerenciadores de downloads. É o alto preço por não querermos pagar por algum outro produto. E outra deslealdade é que é de difícil desinstalação.

Bom, mas o tal baidu é nada mais nada menos do que um google xinguiling, isso mesmo, é a versão chinesa para o que nós ocidentais chamamos de google. E apesar de desconhecido, este demoniozinho é o segundo maior do mundo atrás apenas do próprio Google, o lançamento da versão buscador foi feito pelo presidente-executivo e fundador do Baidu em pessoa, Robin Li. De acordo com informações da companhia, seu motor de busca tem participação por mais de 70% do mercado chinês. No mundo, enquanto o Google responde por 68,75% das buscas em computadores e notebooks, de acordo com dados da Net Applications, o Baidu é o responsável por 18%.

Assim como o Google, o Baidu também permite buscar por imagens e vídeos e possui recurso para completar automaticamente itens escritos na caixa de texto.

 2sasvg

O Baidu anunciou a chegada de sua ferramenta de busca na internet nesta quinta-feira (17), após encontro bilateral entre os presidentes Dilma Rousseff, do Brasil, e Xi Jinping, da China, em Brasília.

Diferentemente da companhia norte-americana, ao lado dos resultados da busca, o serviço chinês dispõe uma espécie de linha do tempo com os eventos mais importantes sobre o assunto pesquisado ou um índice de notícias a respeito.

Apesar de o buscador aportar no Brasil nesta quinta, o Baidu já havia chegado ao país em dezembro do ano passado, trazendo outras ferramentas como o PC Faster (que melhora o desempenho do computador), um antivírus, o portal de conteúdo Hao123 e o navegador de internet Spark.

images (8)

Além do lançamento da ferramenta de buscas, o Baidu aproveitou a vinda ao Brasil para assinar um acordo de cooperação com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. A previsão é que dentro de três anos, o Baidu construa um centro de pesquisa e desenvolvimento focado em tecnologias de internet e para formar profissionais, equivalente aos que a empresa gerencia em outros lugares do mundo. A empresa possui instalações assim em Shenzhen, Pequim, Xangai, Tóquio, Vale do Silício e Cingapura.

O Baidu também se comprometeu a contratar jovens brasileiros que estudaram na China e passaram pelo programa de intercâmbio do governo federal, “Ciência Sem fronteiras”.images (9)

 

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.