Bom dia a cavalo: Celino Pacífico é condenado a pagar 20 mil de indenização ao Prefeito

Como minha vozinha dizia: “quem fala demais acaba dando bom dia a cavalo”. Essa sabedoria dos antigos foi desrespeitada por Celino Pacífico e seu jornal chamado O Regional; isso acabou custando uma condenação por danos morais em uma ação movida pelo Prefeito Lineu. A Juíza Marianna Azevedo Lima entendeu que houve, sim, danos morais, e o jornalista foi condenado em 1ª instância, a pagar 20 mil reais ao Prefeito.

 

Nos 13 anos que Celino vem atuando como diretor de O Regional; ficou muito mais conhecido por sua filosofia do que propriamente por seu conceito de jornalismo. Filosofia esta que poderia ser definida como “fale bem dos amigos e calunie e difame os inimigos”. O problema é que Celino parece ter muita dificuldade para se decidir quem são seus amigos e quem não é, pois periodicamente ele muda seu alvo. Não demostra ter uma opinião muito contundente. Tudo é feito de forma meio que leviana. Seu espírito crítico depende de seus aliados políticos. A verdade está do lado que faz parceria política com seu jornal. Bem, se não é isso, pelo menos é o que demonstra sua história na cidade.

Informar seria uma boa opção de um jornalista, mas o instinto vingativo toma conta de algumas pessoas que comandam essas falsas mídias. Pacífico, até o final do mandato da ex-prefeita Márcia, redigia seu jornal elogiando e afirmando que tudo eram rosas na administração de Nédio e seus pupilos.

Mas, a partir da primeira campanha de Lineu, O Regional virou porta voz oficial, e falou muito bem de Lineu durante uns bons anos. E criticou Nédio, criticou Márcia. Elogiou Lineu até não poder mais. Porém dizem que houve um rompimento. Não é de ver que da noite para o dia o jornalzinho começou a ver defeitos na administração de Lineu. E com o rompimento com Lineu, voltou a elogiar Nédio e Marconi Perillo. Claro que o resultado foi a perda crescente da credibilidade. Isso aumentou a vontade e sede de vingança e esse espírito vingativo fez com que Celino Pacífico falasse além da verdade e acabou dando no que deu.

Claro que ainda tem muitas instâncias, mas claro que ficou a lição. Fale, expresse suas opiniões, mas respeite e tenha bom senso.

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.