Estudante de Engenharia da Unicamp é preso por furtar alimentos

A triste história do estudante de Engenharia da Unicamp que foi preso injustamente 

A injustiça é tanta que na Unicamp, no campus de Limeira (SP), um estudante de engenharia ambiental da Faculdade de Tecnologia (FT), acreditem, o coitado foi preso. Não, você não leu errado, preso, foi ver o sol nascer quadrado. E sabem por quê? Pasmem! Apenas por furtar alguns alimentos para comer.

Dentro das mochilhas, a polícia se comoveu ao encontrar alimentos básicos para a subsistência como garrafas de cerveja, vodka, peças de picanha, linguiças, pedaços de frango, lanches, queijo, sal grosso, amendoins, farofa, chocolates, incenso, velas e pacotes de guardanapos.

E ainda, o rapaz mostrou um incrível lado solidário ao confessar o crime e ainda jurar que os colegas que estavam com ele não tinham nada a ver com a ação criminosa. (Gente, eu fico comovido aqui!)

 

O Lobão é quem estava certo, uma pena que ele não teve coragem o bastante para ir embora pra sempre do Brasil (ainda estou esperando ele cumprir a promessa), a questão é que não está fácil viver ou sobreviver por aqui.

 
Guarda Municipal recuperou produtos furtados de supermercado (Foto: Divulgação/Guarda Municipal)

Guarda Municipal recuperou produtos furtados de supermercado (Foto: Divulgação/Guarda Municipal)

 

Entenda o caso que foi noticiado no G1:

Um estudante de engenharia ambiental da Faculdade de Tecnologia (FT) da Unicamp, com campus em Limeira (SP), foi preso depois de furtar R$ 404 em produtos de um supermercado, na noite de quarta-feira (28). Segundo a Polícia Civil, o jovem de 19 anos entrou com outros três rapazes no estabelecimento, que fica no bairro Nossa Senhora de Fátima, e tentou sair com as mercadorias dentro da mochila quando foi parado pelo segurança.

O aluno foi encaminhado para a carceragem da Delegacia Seccional do município, onde aguarda transferência para o Centro de Detenção Provisória de Piracicaba (CDP). De acordo com a Guarda Municipal, que atendeu a ocorrência, outro jovem que também tentava sair com produtos dentro da mochila conseguiu fugir e ainda não foi localizado. Ele abandonou a mercadoria no local. Os outros dois rapazes pagaram a compra normalmente no caixa.

Dentro das mochilhas, foram encontradas garrafas de cerveja, vodka, peças de picanha, linguiças, pedaços de frango, lanches, queijo, sal grosso, amendoins, farofa, chocolates, incenso, velas e pacotes de guardanapos. O estudante confessou o furto e afirmou que os colegas que estavam junto com ele não tinham nada a ver com a ação criminosa.

O jovem mora em uma república no Jardim Morro Azul, em Limeira, e a família é de São Paulo. A Unicamp confirmou, por telefone, que o aluno é estudante da instituição e que estuda abrir um processo disciplinar para apurar a conduta do aluno.

 

Fonte: G1

 

 

Claudio Bertode

Formado em Letras pela Universidade de Brasília, Cláudio Bertode é Poeta, Cronista e Educador na Rede Pública e Privada do Estado de Goiás.